segunda-feira, 8 de abril de 2013

Crianças em motos: todo cuidado é pouco!

Por serem pequenas, as crianças precisam de equipamento de segurança e capacete específico, que deve ser preso da maneira correta

Pilotar carregando um passageiro exige muito mais responsabilidade, habilidade e experiência. Transportar crianças requer cuidados em dobro, além disso, o transporte de crianças menores de sete anos em motos é proibido por lei. Crianças abaixo desta idade não têm os reflexos e a habilidade necessária para se proteger numa eventualidade.

Segundo estatísticas do Ministério da Saúde, no Brasil morrem por dia seis crianças de até 14 anos em acidentes de trânsito. Por ainda estar em fase de desenvolvimento, um menor sofre um acidente com mais severidade do que um adulto porque a sua estrutura óssea e órgãos internos ainda não estão totalmente desen-volvidos.

Apesar dessas informações, muitos pais se arriscam. Eu não tenho outra maneira de levar a minha filha para a escola, coloco um capacete nela e ando bem devagar, afirma Michael Matias, de 27 anos. Para Elaine Sizilo, o fato de não transitar em alta velocidade não elimina o risco a que a criança está exposta. Os pequenos são extremamente frágeis e qualquer queda pode ter consequências sérias. A única maneira de prevenir estes acidentes é não infringir a lei. O que importa não é se livrar da multa é proteger a criança.

Transporte correto 

Para os maiores, alguns cuidados também podem evitar acidentes. O passageiro, por exemplo, não deve tirar os pés das pedaleiras nas paradas. Além disso, tem que manter as pernas e a roupa longe do escapamento e segurar o piloto em sua cintura ou quadril.

É importante também o piloto alertar o passageiro antes de fazer qualquer manobra súbita

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares