sábado, 11 de maio de 2013

Jovem atropelado pelo estudante Cearense morto em operação policial em Mossoró conversa com “O Câmera”

 
Hugo Napoleão de Amorim Mota, 27 anos de idade, residente na rua Cicero Rodrigues Gabriel, 64 Bairro Aeroporto I, foi vitima de atropelamento provocado pelo estudante Cearense “José Fernandes Castelo” de 19 anos de idade, que fugia de uma perseguição policial durante uma ocorrência de transito em Mossoró no dia 13 de Abril de 2013 e foi alvejado com um disparo de arma de fogo.
 
Hugo disse que saiu de casa de moto para o supermercado Rebouças no centro da cidade e quando passava por uma ruazinha Ligando as Ruas Melo Franco e Juvenal Lamartine, ao lado da praça dos Hospitais, foi surpreendido pelo condutor do veiculo que entrou na rua desenvolvendo alta velocidade, invadiu a contra mão, colidindo com o motoqueiro. A colisão aconteceu por volta de 20 horas e 10 minutos e segundo Hugo o socorro medico chegou 5 minutos depois.
 
Hugo sofreu duas fraturas fechadas no tornozelo da perna direita e quando chegou no Hospital Regional Tarcísio Maia, encontrou o estudante que havia sido socorrido e foi informado da natureza do ocorrência. O estudante não resistiu a gravidade do ferimento provocado pelo disparo e morreu na sala de cirurgia.
 
Hugo, trabalhava como balconista de uma drogaria e estava desempregado. Ultimamente ele estava ajudando o pai em uma oficina da família. O mesmo disse que está parado e sem condições de fazer a cirurgia na perna. Pelo Sistema Único de Saúde, Hugo tem que aguardar a vez em um fila interminável e particular o mesmo disse que o procedimento cirúrgico custa cerca de 6 mil reais e o Seguro do Trânsito, Dpvat, “Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre” só cobre parte da cirurgia.
 
Depois de duas semanas do ocorrido e muitas tentativas a família do estudante fez contato com a família de Hugo e prometeu ajudar financeiramente na cirurgia, mas desde a ultima terça feira a família do estudante não atende mais os telefones e não fez mais qualquer tipo de comunicação.
 
Hugo falou da possibilidade da cirurgia ser feita pelo seguro Dpvat da motocicleta, em um hospital de Russas no estado do Ceará, mas não recebeu ainda a confirmação. Enquanto isso, o mesmo passa o dia todo sentado em uma cadeira em frente da televisão e para se deslocar, só com a ajuda de muletas.
 
O Câmera foi cobrado pela sociedade sobre quem seria a vitima do atropelamento e como forma de mostrar a verdade e o desenrolar da ocorrência que começou no dia 13 de Abril, procuramos e fomos recebidos pela família da vitima.
 
Fonte: O câmera

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares