domingo, 30 de junho de 2013

Policia desbarata quadrilha de traficantes em Barauna






Quatro pessoas foram detidas no final da manhã de sábado 29 de Junho de 2013, em Baraúna, acusadas de trafico de drogas na cidade. A operação foi comandada pelo Tenente Luiz Almeida, comandante da destacamento militar da cidade, com apoio de Agentes do Serviço Reservado do 2º Batalhão de Mossoró.

Segundo o Ten, a policia vinha recebendo denuncia da venda de droga há cerca de um ano, mas precisava de um momento certo para caracterizar o flagrante, o que aconteceu na manhã de hoje. Quando os militares chegaram na residencia da principal acusada, na Avenida Vereador José Izidio Neto, no bairro Alto da Avenida, encontraram um casal saindo do local em um táxi da cidade de Russas no estado do Ceará.

Dentro da casa a policia encontrou cerca de 1 quilo de Crack e Cocaína, 10 aparelhos de celulares, relógios e uma pequena quantidade em dinheiro.

Foram detidos:

Maria Aparecida de Filgueira, de 25 anos de idade, natural de Mossoró e responsável pela residencia. Maria tem passagem pelo complexo penal Mario Negócio em Mossoró, onde cumpria pena por trafico de drogas e estava em liberdade condicional. Aparecida é irmã de Francisco Clébson Filgueira, “Guel”, preso pela policia civil de baraúna no mês de Maio portando um revólver Taurus cal. 38 especial com 6 munições intactas. Guel também já cumpriu pena acusado de trafico de droga na cidade.

Edigilson Pereira da Silva, de 24 anos de idade, morador da Rua Antônio da Graça Machado no centro de Baraúna. Edigilson é o companheiro de Aparecida e também tem passagem por trafico de drogas. O mesmo é irmão de José Mateus Pereira da Silva, 37 anos, mais conhecido como “Neto Segurança”, natural de Quixeré-CE, foi assassinado a tiros na cidade de Russas no estado do Ceará no inicio do ano. Contra Edigilson existe um mandado de prisão em aberto na comarca de Baraúna.

Franco Eduardo Ramos de 38 anos de idade, taxista profissional e Maria Edilania Pereira de Souza de 24, sacoleira residentes na cidade de Russas. Edilania disse na delegacia que Aparecida tinha ficado com uns produtos de beleza para vender e ela tinha vindo a Baraúna, cobrar um dinheiro de uns produtos. O taxista era contratado de Edilania. A policia encontrou os produtos de Edilania dentro da casa de Aparecida.

A policia acredita que a droga pertença a Maria Aparecida e a seu companheiro Edigilson, mas as outras pessoas foram conduzidas para prestarem esclarecimentos na Delegacia.

Todos os envolvidos foram conduzidos para a Delegacia militar da cidade e conduzidos para a Plantão em Mossoró, onde serão realizados os procedimentos.

Retorno: O delegado de Plantão não constatou envolvimento do taxista e da sacoleira com o trafico e liberou o casal em Mossoró.


Fonte: O Câmera

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares