sábado, 24 de agosto de 2013

Policiais e Bombeiros Militares do RN realizam ato público e saem às ruas em busca de valorização profissional























Centenas de policiais militares e bombeiros do Rio Grande do Norte e até mesmo de outros estados estiveram presentes no ato público do Dia Nacional de Mobilização, realizado em Natal, na manhã desta sexta-feira (23). Os militares saíram em caminhada pelas ruas da capital e foram até a Governadoria, onde protocolaram um ofício solicitando uma audiência com a governadora Rosalba Ciarlini.

“Nós somos a única categoria que ainda não foi recebida pela governadora e, por isso, viemos até aqui solicitar essa reunião”, explica o soldado Roberto Campos, presidente da Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar do Rio Grande do Norte. Os policiais e bombeiros esperam a aprovação por parte do Governo do RN da Lei de Promoção de Praças, tendo em vista a defasagem nesse processo e casos como de soldados que estão há 30 anos sem receberem nenhum tipo de promoção.

Como a governadora Rosalba Ciarlini estava cumprindo agenda fora de Natal, os militares não conseguiram sair da Governadoria já com uma audiência marcada e, agora, vão aguardar a resposta do Governo. Eles cogitam, inclusive, não participarem do tradicional desfile do 7 de Setembro, caso não sejam recebidos até lá, no entanto, essa possibilidade ainda será votada em assembleia.

A mobilização realizada nesta sexta-feira reuniu várias associações de classes militares, bem como atraiu a solidariedade de outras classes, como a Polícia Civil, representada pelo Sinpol-RN, e até mesmo de servidores da educação. “Uma das propostas do ato público é mostrar para a sociedade que a polícia e os bombeiros também fazem parte do contexto social. Assim como vários segmentos vêm realizando protestos pelo Brasil, nós temos nossas reivindicações e lutamos por elas”, destaca Roberto Campos.

A caminhada também foi alusiva ao Dia do Soldado, que será comemorado no próximo domingo (25). “Este ano, estamos celebrando a data de uma maneira diferente, indo para as ruas mostrar que nossa categoria, soldados e cabos, tem o menor salário da segurança pública. Além disso, não contamos com carga horária, enfrentamos problemas como diárias atrasadas e o pagamento das férias foram suspensas”, afirma Roberto.

Durante a mobilização, que também contou com militares do interior do Rio Grande do Norte, de cidades como Currais Novos, Caicó e Mossoró, os policiais e bombeiros cantaram e gritaram palavras de ordem. Também foram distribuídos panfletos explicando para os motoristas e pedestres os pontos que motivaram o ato.

“O último concurso para promoção a cabo foi realizado há 12 anos. Já o último concurso para mudança de cabo para sargento foi realizado há 16 anos. Ou seja, como as vagas nesses concursos foram limitadas, muitos não passaram, então, hoje, nós temos na Polícia Militar centenas de soldados que estão há 30 anos sem promoção”, comenta Roberto sobre um dos alguns dos pontos apresentados. Os militares também informaram que esse é o primeiro de outros atos que deverão ser organizados por eles.
Fonte: Assessoria / ACS-PM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares