segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Após roubar um veículo, jovem invade oficina, danifica mais dois carros e é preso em flagrante



Um jovem identificado como Cleuton Lamack Pinto, 23 anos, residente na Rua Bernardo Vieira, nº 768, no bIRRO São João em Assu. Furtou na noite de hoje (29), uma caminhonete D-20 de propriedade do empresário assuense Astenio, que estava estacionada na frente da casa do proprietário na Av. Senador João Câmara.

O furto aconteceu aproximadamente às 8h da noite, quando Cleuton aproveitou que o carro da vítima não estava trancado para levar o veículo. O fato que chamou atenção, é que o ladrão já trabalhou para as vítimas, talvez por isso ele ter conhecimento que o carro estava com problemas na ignição. 

Na fuga o acusado  perdeu o controle da direção do veículo e invadiu uma oficina pertencente a Dedé de Zé de Ana, que fica no cruzamento da Avenida com a Rua General Antônio Fernandes Dantas, no bairro Dom Elizeu.

No momento da colisão, um policial militar que estava a paisana próximo ao local, se aproximou e evitou que o acusado se evadisse, mesmo sem saber que se tratava de um roubo.

Policiais do NORE estiveram no local para realizar os procedimentos, momento em que foi descoberto o roubo do veiculo, dada voz de prisão ao acusado e em seguida conduziram-no para lavratura do flagrante na DP de plantão em Mossoró.

Vejo o vídeo do furto;
video

Foto: Focoelho.com
Texto adaptado do Força Tática Assu

sábado, 28 de setembro de 2013

Presos no Tocantins são acusados de crimes em cinco estados entre eles RN

Policiais do Grupo de Operações Táticas Especiais (GOTE) auxiliaram na operação que prendeu a quadrilha no Tocantins (Foto: Leandro Souza/SSP)

Oito pessoas foram presas em Palmas e Paraíso do Tocantins, nesta sexta-feira (27), sob suspeita de integrarem uma quadrilha que assaltava bancos nas regiões norte, nordeste e centro-oeste do país. A polícia divulgou os nomes de cinco pessoas e investiga a possibilidade de participação das outras três nos crimes. Elas apresentaram documentos falsos o que dificultou as investigações, de acordo com a polícia
 
Francisco Evanaldo Gomes, Régis Wagner Alves de Lima, Evanildo Pereira Cavalcante, Wagner Rodrigues e Antônio de Aparecido de Oliveira, tinham mandado de prisão expedido pela Comarca de Vila Rica (MT), a 1276 km de Cuiabá. Três deles são naturais de Caraúbas, região oeste do Rio Grande do Norte.

Francisco Evanaldo também é suspeito da morte do ex-prefeito de Caraúbas (RN), Antonio Veras, em março de 2010.
 
Cinco suspeitos de integrar quadrilha foram presos em
Tocantins. (Foto: Assessoria Polícia Civil)
Segundo informações da polícia, com a quadrilha foram apreendidas duas pistolas calibre 40, dois revólveres calibre 38 e R$ 70 mil em dinheiro. Seis carros e um caminhão também foram apreendidos. Um dos carros foi comprado nesta quinta-feira (26) e pago à vista. Ainda de acordo com a polícia, a quadrilha presa é de extrema periculosidade e existem indícios de que possa ter cometido assaltos a bancos nos estados do Mato Grosso, Pará, Tocantins, Maranhão e Rio Grande do Norte, nos últimos meses.

Cleide Aparecida, delegada da Polícia Civil de Mato Grosso, disse que a quadrilha usa reféns como escudos humanos nos assaltos. "Nós já temos conhecimento pelas investigações que foram realizadas que se trata de uma quadrilha armada especializada na prática de crime de roubar banco. No Mato Grosso a gente denominou de 'Novo Cangaço'. São pessoas que utilizam escudos humanos e usam de extrema violência para poder praticarem os crimes desta modalidade", explicou.

As investigações começaram há seis meses. Os suspeitos moram no Tocantins, onde gastavam todo o dinheiro roubado. O delegado Evaldo de Oliveira Gomes, da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (DEIC/TO), disse que investiga a possibilidade de participação dos suspeitos em outros crimes no Tocantins. "A partir do momento que houve a comunicação de que a quadrilha utilizava da cidade de Palmas e de Paraíso do Tocantins como bases principais para sua concentração, começamos um monitoramento, por [intermédio do] trabalho [da polícia] do Mato Grosso, e acompanhamos o dia a dia deles."

A operação contou com a participação de policiais civis do Tocantins, do Mato Grosso e do Pará. O delegado da DEIC ainda ouve os suspeitos e alguns deles já apresentaram os advogados. Após os procedimentos legais de investigação, eles serão mantidos na Casa de Prisão Provisória de Palmas até a transferência para Vila Rica (MT).

Veja abaixo fotos doa assaltantes antes e a atual imagem dos presos.

Ivanildo Pereira Cavalcante - Ivanildo de Zé da Barragem

Francisco Evanaldo Gomes - Miniu

Regis Wagner Alves de Lima - Boy Regi

Uma pessoa morreu em confronto com a policia e três foram presos em Tibau




Uma Operação da Policia Civil na cidade praia de Tibau, termina com um homem morto, um baleado, dois presos em flagrante por trafico de droga e associação ao trafico. Com o grupo os agentes encontraram uma pistola 380, um escopeta calibre 12 armas e um tablete pesando cerca de 1 quilo de crack.

Segundo o Bacharel Rafael Arraes, titular da Delegacia Especializada em Narcóticos de Mossoró, a policia procurava uma quadrilha de traficantes liderada por “Maycon que usava a cidade de Tibau como base para receber e distribuir droga para a região, quando abordaram “Tassio Souza Guerra” de 34 anos de idade e “Mario Renee Forte Lima Bezerra” de 26, residentes no Abolição IV, em Mossoró.

Eles foram detidos quando saiam de uma residencia na praia de Gado Bravo, no município de Tibau. Eles estavam e um veiculo e quando perceberam a presença dos Agentes tentaram se desfazer de um pacote com entorpecente.
 
Tassio e Mario, levaram os policiais até a residência onde o restante do grupo estava hospedado. João Paulo de Paiva Bessa de 32 anos de idade, que estava na área da residência, tentou correr e foi alvejado da perna com um disparou de arma de fogo. João Paulo disse que os Agentes se identificaram como policia e efetuaram dois disparos para o chão, mas ele se assustou com a chegada dos veículos “Viaturas descaracterizadas”.

Maycon Fernandes Melo de 36 anos de idade, natural de Mossoró, reagiu atirando de dentro da residencia contra os agentes. Maycon foi alvejado na região do abdomem e morreu dentro em um dos cômodos da casa com uma pistola na mão. Os seus companheiros acreditam que o mesmo tenha acordado com o barulho provocado pelos disparos e com medo tenha atirado em direção dos Agentes.

Todas as pessoas que estavam na residencia, lamentavam a morte de Maycon e disseram que tentaram conter a fúria do mesmo, avisando que parasse de atirar, que era policia.

Na residencia a policia encontrou, além da pistola utilizada por Maycon, uma escopeta calibre 12 com 10 cartuchos intactos e segundo informações pertence a João Paulo.

A Policia Civil, solicitou a ajuda da Policia Rodoviária Federal para uma busca na área da residencia e na verificação da procedência dos veículos encontrados na casa. Cerca de seis pessoas foram conduzidas para a delegacia de Plantão em Mossoró. Três foram ouvidas e liberadas.

Tassio e Mario foram enquadrado e vão responder por trafico e associação ao trafico de drogas. A culpa de João Paulo, será acrecida de porte ilegal de arama de fogo com o agravante da numeração da arma está raspada. Todos vão aguardar a decisão da justiça na Cadeia Publica Juiz Manoel Onofre de Souza.

Fonte: O Câmera

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Assaltante detido pela Força Tatica com o produto do roubo em Assu



Um jovem de 20 anos de idade, já com passagem pela policia, foi detido pela Força Tática da cidade de Assu depois de praticar um assalto em um deposito de vender gás do bairro Alto de São Francisco, no final da tarde de sexta feira 27 de Setembro de 2013.

Gustavo Ferreira de Araújo, 20 anos de idade, residente na Rua Francisco Holanda da Silva, no bairro Parati, foi detido dentro de um matagal, para onde fugiu depois do assalto. Gustavo ajuntamento com outro compassa subtraíram cerca de 1.500 reais do deposito e deixaram dois funcionários trancados dentro da loja.

O comparsa conseguiu furar o cerco da policia e fugiu. Gustavo foi detido e entregou o dinheiro levado e apresentou as roubas usadas na horas do assalto.

O acusado foi conduzido para a Delegacia de Plantão em Mossoró, onde foi lavrado o ato de prisão em flagrante. Gustavo disse que já cumpriu pena por assalto e há 9 meses estava em liberdade condicional. Como ainda responde na justiça, o mesmo deverá ser mandado de volta para o Centro de Detenção Provisória da cidade.

Fonte: O Câmera

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

GTO de Jardim de Piranhas apreende 39 pedras de Crack e mulher é presa

O GTO- Grupo Tático Operacional de Jardim de Piranhas prendeu na manhã de hoje a jovem Maiara Cecília  da Silva,28 anos, residente a Rua Henrique Justino,08, Bairro Santo Amaro em Jardim de Piranhas.

Na casa da acusada as polícia encontrou 39 pedras de Crack, 427 reais em dinheiro fracionado e ainda 03 celulares. A polícia informa que na residência funcionava uma boca de fumo e no momento um viciado comprava a droga.
Na DP em Caicó foi feito o flagrante de tráfico de drogas.

Matéria e fotos: Cardoso Silva

Mais uma pessoa é presa em Assu por oferecer propina a PM



A Policiais Militares do NORE ( Núcleo Operações Rodoviário estadual), prenderam na tarde desta segunda-feira (24),um motociclista conhecido como Bruno Da Silva, que trabalha como garçom em uma pizzaria na cidade de Assu, por corrupção ativa.

O indivíduo foi parado durante uma ação de abordagem realizada no bairro centro da cidade, por volta das 10h, por ter ultrapassado um semáforo vermelho, quando transitava pela  Av. Sen. João Câmara, próximo ao Posto Constatino

Ao ser solicitado o documento do veículo, foi contatado que Bruno não era habilitado, e o licenciamento da motocicleta que ele conduzia - uma Honda CG Fan - estava vencido desde 2011.

Dessa forma foi comunicado ao motociclista que sua moto seria recolhida para o pátio do 10° BPM. Foi nesse momento que Breno ofereceu R$ 50,00 para que os policias o liberassem. Foi perguntado outra vez se o dinheiro oferecido era em troca da liberação, e o acusado confirmou.

Ao tentar entregar o dinheiro que estava dentro de sua pochete, a equipe do NORE deu voz de prisão, e prenderam em flagrante por corrupção ativa o acusado e o conduzido à Delegacia de Assu, para adoção de providências.

Em menos de uma semana, essa foi a segunda prisão por corrupção ativa realizada pelos policias do NORE em Assu.

video

                                Vídeo gravado quando Breno confessa a tentativa de propina                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

10º BPM e NORE ENVIARÃO SOLDADOS PARA A FORÇA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA

O Boletim Geral da PMRN trás a convocação de mais dois Policiais Militares de Assú para a Força Nacional de Segurança Pública que viajará no dia 4 de outubro.
Com mais esses dois combatentes, o número de Militares da sede do 10º BPM aumentará para 10, sendo todos do GTO (Grupo Tático Operacional) e agora um do NORE (Núcleo de Operações Rodoviária Estadual). Os Policiais que estiveram a disposição da FN, participaram de missões em todo o país, incluindo missões nas fronteiras no combate ao tráfico de drogas e armas e nas manifestações que saíram do controle em Minas Gerais, Rio de Janeiro e Ceará durante a Copa das Confederações. 

Os dois PMs irão passar por um Nivelamento de Conhecimentos em Brasília-DF, onde terão instruções de Armamento, Controle de Distúrbio Civil, Tiro Tático, Combate em Áreas de Alto Risco, etc. e passará 12 meses em missões por todo o país, retornando com muita experiencia e conhecimentos, que serão compartilhados com os demais PMs. 

O 10º BPM mantem a tradição de sempre enviar policiais as missões, após um rigoroso Teste de Aptidão Física, Médico e Social. Policiais do GTO do 2º BPM e do 6º BPM também foram selecionados para a Força Nacional de Segurança Pública, mostrando o empenho de todos os PMs do interior do RN em se qualificar.

Fonte: GTO Assu

Suspeito de participação em morte de PM's de Caicó/RN é morto

Moura foi morto na manhã desta segunda-feira (16), durante cerco de
policiais civis e militares ao bando que assaltou os 3 bancos em Vila Rica.


Um dos assaltantes mortos em confronto com o Batalhão de Operações Especiais (Bope), na divisa de Mato Grosso com o Pará, Antônio Moura, 47, é considerado um dos criadores da modalidade “Novo Cangaço”, iniciada na década de 90, no Nordeste.

Além disso, Moura é acusado de participação na morte do ex-prefeito de Campo Grande (RN), Antônio Veras, crime ocorrido em 2010. Na ocasião, 2 policiais militares que faziam a segurança do político também foram executados em uma emboscada.

De acordo com investigações da Polícia Civil do Rio Grande do Norte, no final da década de 80, início da de 90, ele integrou a quadrilha chefiada por José Valdecário Benedito Carneiro, morto em 2003. Moura era conhecido da Polícia pelo apelido de “Nêgo Véio”.

Delegada da Divisão de Combate e Investigação ao Crime Organizado da Polícia Civil potiguar, Sheila Freitas ressalta que o modus operandi empregado nas ações em Mato Grosso lembram a forma de atuação da “Quadrilha dos Carneiros”.

“Eram criminosos bastante violentos, que faziam nas cidades do interior do Nordeste a mesma coisa que ocorreu em Vila Rica, uma invasão de homens fortemente armados, que enfileiravam a população na porta das agências e levavam muito dinheiro”.

O trabalho de repressão das forças de segurança reduziu a ação da quadrilha. Vários integrantes foram presos, entre eles Moura, que cumpriu pena no Piauí e no município de Imperatriz (MA), onde ficou até obter a progressão para o regime semiaberto.

Conforme a delegada, após deixar a unidade prisional, Moura teria se unido a outros criminosos paraenses, alguns que conheceu na cadeia, para praticar novos crimes, entre assaltos e execuções.

“A morte do ex-prefeito, por exemplo foi motivada por um crime de rixa entre famílias. Temos a convicção da participação dele nesta execução e estávamos procurando este criminoso”.

O Núcleo de Inteligência da Polícia Civil do Rio Grande do Norte mantém contato e colabora com as investigações da Polícia Civil de Mato Grosso, no sentido de conseguir identificar e capturar os demais integrantes da quadrilha.

Moura foi morto na manhã desta segunda-feira (16), durante cerco de policiais civis e militares ao bando que assaltou 3 bancos e os Correios de Vila Rica no último dia (9). De acordo com a Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), trabalhos de inteligência continuam e mais de 40 homens participam do cerco.

O outro morto é Rafael Alves de Carvalho, mais conhecido por “Arrupiado”. O nome do homem que foi preso, segundo a Polícia é Bruno da Silva Aguiar. Sua identidade ainda não foi checada, mas, também pode ser falsa. Todos portavam documentos falsos de Cuiabá.

Os policiais apreenderam armas, munições e R$ 15,6 mil, parte do dinheiro levado das agências.
Fonte: noticiadosmunicipiosa

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Força Tática de Assu prende em flagrande acusado de roubo

Por volta das 23hs de ontem (18), a equipe 02 da Força Tática de Assu, em patrulhamento, deparou-se com uma ocorrência de roubo no bairro Vertentes.

Segundo informações, a vítima identificada como Maria Lúcia, ao avistar a viatura policial, acionou-a e afirmou que havia sido roubado por uma pessoa desconhecida armada com uma faca de mesa, que após o roubo, teria se escondido em um terreno baldio utilizado para consumo de entorpecentes.

Os policiais realizaram uma busca no terreno e encontraram o acusado identificado como Wanderson Guilherme da Costa, deitado entre arbustos, tentando escapar da abordagem.

Segundo os militares, apesar de agirem rápido na prisão, aparelho celular não foi encontrado. Perguntado ao acusado pelo objeto, o mesmo informou que avia repassado para outro homem que afirmou não conhecer.

Wanderson foi conduzido para a delegacia de plantão de Mossoró, onde foi autuado por infringir o artigo 157 (Assalto a mão armado) do Código Penal Brasileiro (CPB). Agora Wanderson aguardará pela deliberação da justiça em uma das celas do CDP de Assu.

Fonte: Força Tática Assu

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Homem é preso após ser flagrado tentando subornar policias do NORE em Assu



Um homem foi preso na manhã da terça-feira (17) suspeito de tentar subornar policiais militares na cidade de Assu, interior do Rio Grande do Norte. Os policiais do NORE (Núcleo de Operações Rodoviário Estadual) que realizava o patrulhamento de rotina, foram surpreendidos quando ao abordar o condutor de uma motocicleta que furou o semáforo vermelho, ofereceu R$ 100 para ter sua moto ter liberada. A oferta foi recusada e o motociclista acabou sendo preso em flagrante por corrupção ativa.

O caso aconteceu às 10h da terça-feira na Av. Senador João Câmara, no centro da cidade, próximo ao Banco do Brasil. De acordo com os policias, o motociclista identificado como José Hilton de Jesus Urbano, foi abordado por não ter respeitado o semáforo vermelho, e ao ser solicitada a sua carteira de habilitação e CRLV da moto, foi constatado que a motocicleta estava com o licenciamento vencido. Foi comunicado ao condutor que seu veículo seria conduzido ao pátio do 10º BPM, e nesse momento ele tentou negociar com os policiais.

A equipe, que estava na abordagem informou que ele seria autuado, e que possivelmente teria que pagar a multa prevista no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), e o seu veículo conduzido para o 10º BPM, sendo liberado após quitação dos débitos pendentes na motocicleta. Nesse momento, segundo o policial, Hilton ofereceu dinheiro para que sua moto fosse liberada. Perguntou se não poderia ajeitar a situação, e foi logo oferecendo R$ 100 para tentar subornar os policias que não tiveram alternativa senão prendê-lo por corrupção ativa.

O homem, que tem 23 anos de idade, está preso no Centro de Detenção Provisório, em Assu. O crime de corrupção ativa é inafiançável, e o acusado pode pegar até 12 anos de prisão.

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Brasil Mais Seguro será suspenso no RN caso greve da Polícia Civil continue

Secretária Regina Miki quer que governo e categorias
entrem em acordo (Foto: Wellington Rocha) 
O Programa Brasil Mais Seguro será suspenso no Rio Grande do Norte, caso a greve da Polícia Civil e do Instituto Técnico-Científico de Polícia Continue. A informação foi confirmada pelo presidente do Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Segurança Pública (Sinpol), Djair Oliveira, na tarde desta quarta-feira (4).
De acordo com Djair, a informação veio da própria Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), a alertou que, caso governo e categorias não cheguem a um acordo, os recursos destinados para a implantação do programa no RN não serão enviados.
Na tarde dessa terça-feira (3), após mais um reunião entre Sinpol e o governo estadual, os policiais civis e servidores do Itep não aceitaram as propostas feitas e decidiram dar continuidade à paralisação das atividades.
No total, o governo fez seis propostas, sendo elas, a nomeação de 35 agentes a partir de outubro deste ano a abril de 2014, no qual, a cada mês será nomeado um escrivão, um delegado e três agentes; a devolução de 35 policiais cedidos a outras funções; a criação da divisão de homicídios em abril do próximo ano; retirada imediata dos presos das delegacias; assistentes de serviços gerais nas unidades policias, aquisição de coletes e armamentos para os ingressantes.
De acordo com Djair Oliveira, as propostas do governo “não atendem nem a metade das reivindicações das categoriais”, e exclama, “a greve começa hoje”. Os policias civis querem a convocação de 306 policias já formados para trabalharem como agentes, escrivãs e delegados e também a formação de mais 200 aprovados no concurso.
A reportagem do portalnoar.com tentou entrar em contato com o secretário de Segurança Pública, Aldair da Rocha para se pronunciar sobre o assunto, mas ele não atendeu as ligações.
O Programa Brasil Mais Seguro é uma resposta estruturada de curto e médio prazo (2013 – 2015) com definição de ações mútuas entre os entes federados envolvidos e inúmeros atores, com responsabilidades especiais do Ministério da Justiça e do Estado do Rio Grande do Norte, com a finalidade de induzir e promover a atuação qualificada e eficiente dos órgãos de segurança pública, do Sistema Prisional e do Sistema de Justiça Criminal para redução dos índices de violência e criminalidade.
Fonte: Portal no Ar

MP pede extinção de sindicâncias contra PMs e sugere nova forma de trabalho

Em recomendação publicada nesta quarta-feira (4), no Dário Oficial do Estado (DOE), o Ministério Público do Rio Grande do Norte pede o fim dos procedimentos disciplinares contra policiais e bombeiros militares realizados pela Corregedoria-geral da Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed). De acordo com a recomendação, a corregedoria-geral não possui o poder de aplicar diretamente sanções disciplinares, cabendo aos comandantes militares à aplicação de tais medidas.
Para o promotor Leonardo Cartaxo Trigueiro, do Núcleo de Controle Externo da Atividade Policial (Nucap), “não há ilegalidade na instauração de sindicância ou processo administrativo disciplinar, no âmbito da Polícia Militar ou do Corpo de Bombeiros Militar, por determinação dos seus respectivos comandantes (e não apenas o comandante-geral), que detêm o poder de aplicar as respectivas sanções disciplinares”.
O MP recomenda que fique a cargo da Corregedoria Auxiliar de Pessoal Militar, composta por policiais e bombeiros militares, a qual faz parte da Corregedoria-geral, a instauração de todas as sindicâncias ou procedimentos disciplinares. Já no caso de atos considerados indisciplinares cometidos por integrantes da Polícia Civil e do Itep, caberia a Corregedoria Auxiliar de Pessoal Civil, a aplicação de medidas punitivas.
Ainda de acordo com o promotor do Nucap, o poder disciplinar dos comandantes da Polícia Militar e dos Bombeiros sobre as tropas não foi anulado a partir da criação da Corregedoria-Geral, criada em abril de 2002. Segundo ele, “a Constituição da República estabelece que as Polícias Militares e os Corpos de Bombeiros Militares são forças auxiliares e reserva do Exército, sendo ambas as instituições organizadas com base nos princípios da hierarquia e da disciplina (arts. 42 e 144, § 6º)”.
No entendimento do promotor, a Corregedoria-geral da SESED é um órgão civil, e apenas coordena as atividades correcionais das Corregedorias Auxiliares, ainda assim não possui o poder de aplicar diretamente sanções disciplinares. “Considerando que, em qualquer caso, porém, as punições são aplicadas pelos comandantes militares ou chefes das instituições civis, pelo Secretário de Estado da Segurança ou, ainda, pelo Governador do Estado”, diz a recomendação.
Fonte: Portal do Ar

terça-feira, 3 de setembro de 2013

Quais são as consequências ao rebaixar o carro?

A paixão e a insatisfação pelas configurações de fábrica são os principais motivos que levam os motoristas a personalizar seus carros. O assunto é polêmico e, de todas as alterações, o rebaixamento da suspensão é a modificação que requer maior atenção, pois envolve a segurança dos ocupantes.

O sistema de suspensão serve basicamente para absorver as irregularidades do solo, oferecendo estabilidade e preservando a estruturado carro. Em geral, as montadoras adotam um ajuste que deixa o carro mais confortável, para não sacudir tanto os passageiros na buraqueira das ruas. Quando se mexe em amortecedores e molas, para rebaixar o veículo, o que se busca é abaixar o centro de gravidade dele, melhorando a aerodinâmica e a estabilidade. O carro fica mais esportivo, transferindo mais as irregularidades do piso para quem está nele, ou seja, fica mais duro e menos confortável.

Suspensão móvel ou fixa

Existem basicamente dois tipos de suspensões: fixas e móveis ou variáveis.

Apesar de serem muito admiradas pelos apaixonados por carros, as móveis ou variáveis não podem ser legalizadas, ou seja, usadas no veículo, se não vierem de fábrica.

O Inmetro não aprova a instalação de suspensão a ar comprimido e suspensão com rosca (conforme artigo 6 da resolução 292 de 29/08/2008 do Contran – leia aqui).

Um dos motivos é a segurança: a altura variável compromete a estabilidade, necessitando de conferências frequentes da geometria. Imagine um carro com um lado mais alto que o outro.

Atualmente, alguns carros esportivos já saem de fábrica com suspensões variáveis. A maioria permite que o motorista decida entre o conforto e a esportividade. Em alguns casos, o próprio carro ”faz” a escolha em função da velocidade e condições da pista, e alguns poucos modelos oferecem ajuste de altura, que são pré-determinadas.

Na suspensão fixa, presente na maioria dos carros, a alteração das molas e dos amortecedores deve ser vista com muito critério.

Alteração nas molas

Antes de fazer qualquer alteração nas molas é importante saber que os fabricantes utilizam softwares para o seu dimensionamento, pois o cálculo envolve um grande número de variáveis como quantidade de elos, diâmetro, comprimento, carga, grau de inclinação dos elos, tensão máxima de cisalhamento do material, entre outras.

Além destas variáveis, os engenheiros avaliam a geometria da suspensão para identificar as solicitações a que esta mola estará sujeita e, por último, são indicados os tratamentos térmicos que serão aplicados durante o processo construtivo.

Por isso, técnicos em suspensões não recomendam qualquer retrabalho (como é chamada a modificação) nas molas para diminuir seu tamanho, seja o corte de alguns elos, grampos ou mesmo aquecimento. Este último gera um alívio de tensões no material e encurta a distância entre os elos, diminuindo o comprimento total da mola.

Em um primeiro momento, estes retrabalhos parecem atender às expectativas dos clientes, mas, no médio prazo, problemas aparecem: amortecedores estourados, trincas na longarina, trincas no túnel e batentes dos amortecedores danificados serão os primeiros prejuízos.

Se quiser alterar as molas, mais adequados são os kits de molas esportivas, específicas para cada modelo de veículo. Além de dimensionadas pelo fabricante, elas garantem a diminuição da altura com algum conforto e, principalmente, oferecem uma sobrevida aos demais componentes da suspensão.

Alterações em amortecedores

Os amortecedores controlam as oscilações superiores e inferiores das molas. Se colocar um kit de molas esportivo você deve também substituir os amortecedores originais por um kit de amortecedores esportivos, especificados para cada modelo de carro. Eles são dimensionados para atender a carga e o curso das novas molas.

O mercado nacional ainda não dispõe de kits para todos os modelos. Alguns motoristas comprar kits importados, que custam mais caros. Uma dica é participar de comunidades na internet, pois a troca de informações auxiliará na aquisição dos kits e também na indicação de boas oficinas prestadoras de serviços.

Evite altas velocidades

Todos sabemos que os veículos originais de fábrica passam por diversos testes de durabilidade e desempenho. Equipamentos especialmente desenvolvidos para este fim identificam possíveis falhas de projeto e estabelecem os limites de fadiga de materiais e, mesmo assim, e com toda essa estrutura, os defeitos aparecem.

A situação fica mais delicada quando o projeto original é alterado, por isso é importante evitar altas velocidades. O estouro de um amortecedor ou quebra de uma mola pode colocá-lo em uma situação difícil se você estiver acima de 100 km/h.

Existe uma consciência muito grande entre quem curte fazer modificações. A maioria sabe que possui carros especiais e que este fato merece atenção redobrada em relação aos cuidados com manutenção preventiva. Assim, acabam sendo mais cuidadosos do que muitas pessoas que mantêm seus carros originais. Eles sabem que, a qualquer sinal de instabilidade ou ruído, deve-se encostar o carro e fazer um exame detalhado das peças envolvidas na personalização.

Mudou, tem que legalizar

Não basta ter vontade, cuidar do carro e conhecer a lei. Mudar o carro envolve uma burocracia. Veja ao lado o passo a passo.

Saiba que, mesmo estando com a documentação legalizada, a maioria das companhias de seguro não cobre os sinistros de carros rebaixados. Mais um motivo para "pegar leve".

Pensa em fazer outras modificações no carro? Vale a pena ler as resoluções de número 291 e 292 de 29/08/2008 que tratam especificamente das alterações.

Fonte: Auto Esporte

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Falta de itens obrigatórios pode resultar em multa

Rodar com o automóvel sem os equipamentos obrigatórios pode resultar em multa e até apreensão do veículo. Mas essa não é a única obrigação do motorista. É necessário que todos estejam com o prazo de garantia válido. Por exemplo, não basta ter um extintor no carro se ele estiver vencido.

Veja 10 itens obrigatórios para os automóveis, saiba como mantê-los em dia e o valor da multa caso você seja flagrado irregular.

1 - Luzes - Todas as luzes indicadoras de direção, lanternas e freio devem estar funcionando. A multa para o condutor que circula com uma das lâmpadas queimada, ou com defeito no sistema de iluminação é de R$ 86,13.

2 - Freio de estacionamento - Lembrado principalmente na hora de estacionar, o popular freio de mão também é peça obrigatória no veículo. Conduzir o veículo sem ele resulta em infração grave e multa de R$ 127,69.

3 - Ferramentas - É obrigatório andar com macaco, chave de roda e triângulo para sinalização. A falta de um desses itens resulta em infração gravíssima. A multa para quem roda com o carro sem esses equipamentos é de R$ 191,54.

4 - Estepe - Andar sem estepe rende multa de R$ 127,69 e punição de cinco pontos na Carteira de Habilitação. Se você tem um carro com espete fixado na parte externa, é bom revisar pelo menos uma vez por semana se ele está ali. O furto de pneus reservas tem aumentado.

5 - Espelhos - Se por algum motivo seu veículo quebrou o espelho, trate de trocar. É obrigatório o uso do retrovisor interno e dos dois lados das portas. A ausência rende uma multa de R$ 127,69.

6 - Buzina - Sim, buzina é também item obrigatório. Se ela estiver estragada e algum policial ou agente de trânsito inventar de testá-la, você pode ter prejuízo. A multa é de R$ 127,69.

7 - Extintor de incêndio - Não esqueça de olhar sempre a validade do extintor de incêndio (geralmente são cinco anos). Andar sem extintor ou com ele fora da validade resulta em multa de R$ 127,69. Ah, quando comprar um extintor novo não esqueça de retirar o plástico protetor. Isso também rende multa.

8 - Limpador de para-brisa - Limpador de para-brisa enguiçado não só prejudica a visão do motorista em dia de chuva, como é irregular. Utilizar o veículo sem esse equipamento é proibido e rende multa de R$ 127,69.

9 - Cintos - Além de ser uma peça importantíssima para sua segurança, o cinto de segurança é obrigatório para o motorista e os passageiros. A falta desse dispositivo resulta em multa de R$ 127,69.

10 - Pneus - Devem estar com os sulcos (a altura dos frisos na banda de rodagem) não inferiores a 1,6 milímetro, pois com menos do que isto eles não garantem a aderência ao asfalto. A multa para motoristas com veículos com pneus carecas é de R$ 127,69.

Fonte: Terra.com.br

domingo, 1 de setembro de 2013

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares